#betrend lifestyle

Vans junta artistas para celebrar o mês do orgulho LGBT

A marca reuniu duas artistas portuguesas numa celebração à liberdade criativa e sexual. A campanha coincide com o mês do orgulho LGBT.

[related_products]

Junho é o mês do orgulho LGBT e a Vans junta-se à celebração com uma coleção cápsula e uma campanha que junta artistas portugueses em torno da liberdade criativa.

A campanha “Together as Ourselves”, que teve lugar em duas lojas de Lisboa com atuações ao vivo, procura celebrar o amor sem barreiras. Esse amor serve, de resto, de inspiração ao próprio trabalho dos dois artistas convidados.

O mês do orgulho LGBT

Junho é o mês do orgulho LGBT e é marcado por paradas e eventos um pouco por todo o mundo. Em Portugal, o momento é assinalado por várias associações de defesa dos direitos das pessoas lésbicas, gays, bissexuais e transgénero, que se juntam na organização de paradas em várias cidades do país.

Porquê junho?

As manifestações e celebrações do orgulho LGBT acontecem em junho desde que, a 28 de junho de 1969, uma comunidade LGBT saiu à rua em Greenwhich Village, em Nova Iorque, num protesto aceso contra uma invasão policial agressiva a um bar frequentado por homossexuais (a revolta de Stonewall).

Os protestos alastraram-se durante vários dias e, desde então, inspiraram movimentos de libertação sexual e manifestações um pouco por todo o mundo - sempre em junho.

O movimento LGBT em Portugal

Há, em Portugal, várias organizações de apoio à comunidade LGBT, mas a ILGA - Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual, Trans e Intersexo é a maior.

A associação é reconhecida nacionalmente e também integra a rede europeia de associações de defesa dos direitos LGBT, estando presente em vários painéis oficiais da União Europeia.

É, possível, contudo, ver esta e outras organizações em estreia colaboração durante o mês do orgulho gay, porque as celebrações tendem a ser conjuntas.

Vans, a arte e o mês do orgulho LGBT

“Não é possível separar o artista da sua arte, a pessoa que sou determina o que crio e meto no mundo, o que, por sua vez, já é o resultado do meu percurso”, explica Taylor, uma das artistas convidadas para a campanha.

taylor vans

"Ser parte da comunidade LGBTQIA+ por si só não me define enquanto pessoa ou artista, mas influencia definitivamente no conjunto".

Para o tatuador, o mote “Together as Ourselves” “engloba na perfeição as duas questões principais da experiência LGBTQIA+: a liberdade para sermos nós mesmos - sem condicionantes - e o sentimento de comunidade que se apoia entre si e que continua a ser necessário na luta pela igualdade”.

Joana Estrela, a outra artista convidada pela Vans para celebrar o mês do orgulho LGBT, ainda hoje reconhece nos próprios trabalhos a influência do ano que passou a trabalhar numa associação LGBTQ da Lituânia e que a fez “perceber a maneira como as marchas de orgulho LGBTQ são uma ferramenta importante de ativismo, assim como de celebração”.

joana estrela vans

A artista elege o triângulo cor de rosa como elemento central nas suas criações para a campanha da Vans: “O triângulo cor de rosa foi um símbolo originalmente opressivo, usado nos campos de concentração nazi para distinguir os homens identificados como sendo gay. Mais tarde, nos anos 70, foi recuperado e usado como símbolo de protesto contra a homofobia”, explica.

“Ainda que a imagem agora seja associada ao poder e resiliência da comunidade LGBTQ, considero-o um emblema importante porque também é uma lembrança do passado, e um reconhecimento da perseguição que pessoas LGBTQ ainda sofrem no presente”.

As peças destacadas pelos artistas

Da coleção cápsula - Vans Pride -, algumas peças em particular chamaram a atenção dos dois artistas convidados pela Vans para a celebração do mês do orgulho LGBT.

Taylor destaca os ténis Pride Old Skool e a Pride Prism Crew Tee “porque mostram uma modernização em peças características da Vans”.

Para o tatuador, “ver imagens de marca ou tradicionais da Vans serem reinventadas de modo inclusivo mostra que a mudança é possível e necessária”.

Também Joana Estrela inclui calçado na lista de preferências, mais propriamente o modelo PRIDE Anaheim Factory Lampin 86 DX, por lhe trazer outras recordações. “São parecidos com os meus patins”, conta.